24 março 2014

III Fórum cearense dos pontos de cultura






Neste dia 19 de março de 2014 um dos coordenadores do ponto de cultura projeto Arca se dirigiu a Capital cearense para a participação do 3ºFórum cearense dos pontos de cultura.Com o tema: Direitos Culturais para uma Cultura de Direitos, dos 240 pontos de cultura do estadodistribuídos  em 140 cidades entre interior e capital foram confirmados a presença de 101 pontos de cultura o Principal objetivo do fórum e definir o formato da representação do estado do ceará junto a comissão nacional dos pontos de cultura elegendo representantes. O evento foi realizando no Centro cultural dragão do Mar, logo no inicio tivemos o credenciamento e o atendimento aos ponteiros sobre questões de prestação de contas pela estação chico da Matilde, logo após houve a leitura do regimentos do fórum e discutidos suas alterações pelos ponteiros e a coordenação do fórum, ao termino tivemos a mesa foi composta pelos convidados: Paulo Mamede (Secretario de Cultura do Estado do Ceara); Xaui (Peixoto Coordenado dos pontos de cultura junto a Secult); Lociono Bento (Representante do Comissão Cearense dos pontos de cultura); Mãe Isabel (Representante da Comissão Nacional de pontos de cultura) e Ze da paz (Representante cearense dos pontos de Cultura na Cnpdc),  após o convite cada um que estavam na mesa se pronunciaram apontando as dificuldades que enfrentavam, na oportunidade o secretario: Paulo Mamede, enfatiza as principais mudanças na secut. Xaui a ponta as conquista alçadas na organização para atender os pontos de cultura e na estruturação da sua equipe, sendo estas apresentada ao público.  
Logo após houve a discussão sobre o programa cultura viva e sua importância na criação dos pontos de cultura na discussão Lula Dantas, coordenador de cultura / associação da culto Afro Itabunense membro da comissão estadual dos pontos de cultura na Bahia,  enfatiza a importância do fórum e a participação dos presentes nas eleições da comissão que ira representar o ceará na Teia Nacional que ocorrera no Rio Grande do Norte. O mesmo reforça as questões burocráticas em fretadas pelos pontos em seguida João Paulo, Mestre em preservação do patrimônio cultural destaca a preservação dos pontos de memoria para o resgate do matrimônio cultural imaterial. Dando continuidade foram formados grupos, onde cada grupo fico com um tema: G1 cultura: cidadania e diretos; G2: Institucionalização e Legislação; G3: Comunicação e G4: Sustentabilidade. No segundo dia houve a discussão dos grupos com  apresentação dos temas a serem levados para Teia Nacional em Natal, apos muita discussão foram feitas as apresentação pelos Grupos e eleitos os delegados que iram representar o ceará na Teia Nacional.